Boa Noite! Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

Um americano, pai de um bebê de dois meses de idade que nasceu com uma condição cardíaca grave, foi informado pelo Facebook que um post com a foto da criança não poderia ser destacado na rede social. A justificativa foi que a imagem evocava uma “resposta negativa”.
No início de agosto, Kevin Bond criou uma página de comunidade no Facebook chamada Hudson’s Heart. Nela, ele publica notícias sobre o estado de saúde de seu filho, Hudson Azera Bond, que está internado no Duke Children’s Hospital, na cidade de Durham, no estado da Carolina do Norte. A página também pede arrecadações para ajudar a pagar o tratamento de Hudson, que aguarda por um transplante de coração.
Bond conta que ocasionalmente paga uma pequena quantia para impulsionar as publicações sobre a página de seu filho no Facebook. Foi um desses pedidos que a rede social não aprovou, justificando que a imagem do post – que mostra o bebê em um leito do hospital, com tubos ligados ao seu corpo – poderia evocar uma “resposta negativa”.
‘Resposta negativa’
Na sexta-feira passada, Bond fez um desabafo sobre a rejeição: “O Facebook acha que meu filho é ofensivo”, escreveu na própria página Hudson’s Heart. “O que é ofensivo nas fotos do meu filho?”, questionou. “Facebook, você deveria se envergonhar.”
A rejeição ao pedido de Bond trazia a seguinte justificativa: “Seu anúncio não foi aprovado porque a imagem ou vídeo é assustadora, sangrenta ou sensacionalista e evoca uma resposta negativa. Imagens incluindo acidentes, batidas de carro, corpos mortos ou desmembrados, fantasmas, zumbis e vampiros não são permitidas.”
Nesta quarta-feira (10), Bond se pronunciou novamente sobre o assunto: “Eu li a resposta do Facebook nos meios de comunicação ontem à noite. Eles pediram desculpa pela inconveniência que causaram à minha família. Inconveniência nunca foi a questão. Ter meu lindo filho comparado com corpos desmembrados, vampiros e zumbis, etc, me machucou, a mim e a minha família”.

Fonte:G1

Todos os direitos reservados Hospital das Clínicas